A Alma de Lisboa

O nosso espectáculo é todo ele uma homenagem ao Fado e seus principais intervenientes nomeadamente os guitarristas e cantores, tendo por base o famoso concerto no Olímpia de Paris em 1956 da Raínha do Fado, Amália Rodrigues.

A marioneta de Amália Rodrigues é manipulada por Paula Santos, acompanhada pelos dois guitarristas: João das Cordas e Manuel Henriques, manipulados por Hugh Thomas.

Como intervalo divertido surgem a quebrar o ritmo e interagindo com o público, a dupla vinda do alem, Bones e Filho que cantam clássicos de vários géneros musicais tais como: “Don’t worry be happy”, “Day-O” e “What a wonderfull world”.

As nossas Marionetas


Amália Rodrigues: A Rainha do Fado (01.07.1920-06.10.1999) manipulada por Paula Santos

Amália Rodrigues, considerada o exemplo máximo do fado e comummente aclamada como a voz de Portugal, foi uma das mais brilhantes cantoras do século XX. Deixou-nos um enorme espólio de álbuns, fados e canções.

 

João das Cordas e Manuel Henriques

João das Cordas e Manuel Henriques: São nomes fictícios. Acompanham Amália. João das Cordas é o virtuoso da guitarra clássica que também actua a solo em alguns números do espectáculo. Manuel Henriques que completa o trio, com a sua magnifica guitarra portuguesa. Ambos manipulados por Hugh Thomas.


Bones e Filho:

Os esqueletos que vêem do alem para assustadoramente alegrar o espectáculo, interagindo com o publico de forma divertida são manipulados por Hugh Thomas e Paula Santos.